Olá, pessoal da eYeka!

Como vão vocês? O tempo voa, dá para acreditar que já estamos na metade do ano?! Alguns de vocês podem ter certa dificuldade em elaborar novas ideias para os desafios que aparecem na eYeka. Este mês, queremos apresentar a vocês uma canadense da Geração Y, Hanna Terranova ou Lo0. Ela participou de muitos concursos na eYeka e nunca se sentiu desesperada com os novos desafios que foram surgindo. Um ponto interessante é que ela consegue se sustentar e financiar seus estudos de engenharia graças aos concursos que vence na eYeka! Vamos nos inspirar com ela.

Oi, Hanna! Poderia nos falar um pouco sobre você e sobre a sua história?O que você faz, além das suas criações incríveis na eYeka? Poderia contar alguma coisa divertida sobre você?

Eu viajei muito na minha vida: passei a infância na França, a adolescência no Caribe e, por fim, terminei recentemente uma graduação em engenharia aeroespacial no Canadá. Adoro ciência; desde criança, sempre soube o que queria fazer. Mas, com o passar dos anos, realmente senti falta da criatividade na minha vida. A eYeka abriu as portas de um novo mundo que, de certa forma, estava a anos-luz das equações e da matemática. Eu poderia até dizer que ela se tornou uma paixão. Ao lado disso, recentemente trabalhei com um fabricante aeronáutico em Montreal e, novamente, não consegui encontrar a flexibilidade que tenho na eYeka.

Uau! Você é engenheira aeroespacial!!! O que fez com que você se interessasse por design e atividades criativas? Você se inspirou em algo ou alguém?

Quando era criança, sempre fui muito criativa. Escrevia poemas e histórias, pintava e desenhava. Resumindo, eu me inspirava muito no mundo ao meu redor. Recentemente, encontrei meu diário de quando tinha oito anos. Eu havia escrito que, quando crescesse, queria ser “inventora” e “astrônoma”, o que é bastante coerente com o que me tornei. Paralelamente, também sou muito competitiva e motivada pela ideia de me superar! Assim, foi bastante natural descobrir a eYeka e conseguir combinar criatividade e o senso do desafio.

Você é membro da eYeka desde 2009! É realmente muito tempo! Poderia nos dizer como nos descobriu e o que fez você se decidir a se juntar a nós?

Sim, eu descobri a eYeka em 2009, mas não postei nenhuma criação antes de 2014! Por que tanto tempo? Acho que eu era muito insegura e bastante modesta com relação às minhas criações. Sempre tenho um pouco de medo de não estar à altura ou de ser julgada. Descobri a eYeka simplesmente fazendo uma pesquisa no Google sobre concursos criativos. Depois, esqueci a eYeka por alguns anos. Em 2014, devo dizer que foi o aspecto financeiro que me atraiu, pois era estudante e mina situação não era muito confortável. Graças aos quatro concursos que venci, pude continuar meus estudos serenamente.

Você poderia compartilhar o seu processo criativo nos concursos eYeka? Como se elabora uma ideia incrível?

Sempre uso o mesmo processo: Seleciono os concursos que me interessam (aqueles em que é preciso encontrar um conceito, não aqueles em que é preciso fazer um cartaz publicitário, por exemplo). Depois, tiro inspiração do espírito da marca, para me manter fiel à imagem dela. Faço uma pesquisa na internet para me inspirar e acabo fazendo um grande brainstorming. Assim que encontro a ideia, o resto flui naturalmente, porque sou boa em colocar um conceito no papel de forma clara.

Até agora, você teve 77 propostas aceitas e ganhou 4 prêmios! Como você faz? Tem alguma dica ou algum “macete” para compartilhar com os outros criadores?

Muito obrigada! Fico feliz e surpresa com essas recompensas! Como eu faço? Bem, como eu disse na pergunta anterior, tento tirar o máximo de inspiração possível das marcas e do que está acontecendo no mundo. Na verdade, tenho uma dica para dar: olhe a janela de informação para ver o número de pessoas que estão participando do concurso. Quanto menos participantes, maiores as suas chances de vencer!

 Você tem um projeto preferido, do qual se sente especialmente orgulhosa? Se for o caso, por que esse?

Sim, o primeiro que ganhei: O doce SweeTARTS! Quando produzi essa criação, estava um pouco desanimada, pois já tinha participado de muitos concursos sem vencer nada. Assim, quando recebi um e-mail da eYeka me dizendo que eu tinha ganhado, fiquei tão alegre que até gritei.

O que você conseguiu fazer ou realizar com os prêmios que ganhou?

Literalmente consegui pagar dois anos de estudos (aluguel, comida, transporte, passeios etc.) Ganhar essas competições foi muito bom, pois eu estava passando por um período difícil: Trabalhava 20 horas por semana em um café, além de ir à faculdade. Quando voltava para casa, estava exausta. Foi a chance de ganhar dinheiro fazendo o que gostava! Se pudesse, gostaria de largar o meu trabalho para me envolver inteiramente na eYeka, mas infelizmente não é estável o suficiente para mim. Posso ganhar três concursos em um mês e não ganhar nada por um ano, e essa é a regra do jogo!

Se você pudesse descrever a eYeka em 3 palavras, quais seriam?

Flexível, desafiadora, empolgante.

Por fim, que conselho você daria aos novos criadores?

É um pouco clichê, mas você sempre deve perseverar. Alguns concursos não são baseados no design, mas só na ideia, então TODO O MUNDO tem uma chance. Você tem que perseverar porque desenvolver a criatividade não é tão simples quanto se pensa.

Finalmente, gostaria de terminar dizendo muito obrigada à eYeka, por me dar a chance de ganhar quatro vezes e por me escolher como criadora do mês de junho.

 

Muito obrigado, Hanna! Você demonstrou que ideias criativas podem vir de qualquer pessoa, não importa quem ela é ou de onde vem! Foi muito inspirador! ;)