Olá eYeka!

Mal podemos esperar para apresentar a vocês nosso criador do mês de abril – Conor/CONS – um designer da Irlanda, que você certamente viu entre os vencedores recentes na eYeka. Conor tem vencido um prêmio por mês desde que se juntou a nós em novembro passado. A criatividade dele inspira marcas como Oral-B, Febreeze e Nutricia. E seus designs para as latas de Canada Dry vão estar nas prateleiras no ano que vem.

Vamos conhecê-lo e saber mais sobre sua formação, seu processo criativo e suas fontes de inspiração?

Você poderia falar um pouco sobre você, para começar? O que te trouxe para o mundo da criação? O que você faz além de trabalhar para a eYeka?

Olá, pessoal! Meu nome é Conor McNally. Sou um ilustrador-designer migrante e, atualmente, vivo em uma cidade irlandesa chamada Bray. Entrei nisso porque, quando era criança, viajava e vivia desenhando. Isso ainda é uma das minhas principais fontes de inspiração. Meu trabalho atual é mais na parte conceitual; comunicação, tom de voz, estratégia de design, mas de vez em quando aparece algo na área de ilustração e eu sempre tenho a sensação de passear com um velho amigo.

Cresci em uma família de diplomatas e vivi em Dublin, Boston, Roma, Bruxelas, Dar es Salaam e Jerusalém. Estudei em Londres e, depois, continuei em movimento: Nova Iorque e Cairo, além da Tanzânia, de Beirute e de Berlim. Mas, agora, estou de volta à Irlanda por alguns meses e me sinto no paraíso. 

Fora da eYeka, acabei de terminar cartazes  de teatro para The Eurydice Project em Dublin e estou ajudando a criar ambientes de realidade virtual para a KoffeeCup, em Londres. E tenho uma colaboração com a incrível Mindthegap.agency, em Beirute. Esse pessoal é demais.

Ah, e as fotos incluídas aqui são meus espaços de trabalho favoritos em alguns desses lugares.

Quando e por que você entrou para a eYeka?

É realmente algo que veio do nada. Eu estava em Berlim entre a primavera e o outono, mas em novembro eu estava liso e realmente precisava dar um jeito. Um amigo me falou da eYeka e, desde então, é uma loucura. Eu não esperava que algo tão viesse de começos tão pouco promissores. Então çok şükür, Oli! 

Você poderia compartilhar o seu processo criativo nos concursos eYeka? O que te inspira?

Sou seletivo em relação aos concursos em que entro e ao que envio. Pegar muita coisa pode deixar a mente sobrecarregada. Também tenho um limite de 2 dias para qualquer concurso em que eu entre. Assim, vencendo ou não, são duas tardes legais que eu passo. No primeiro dia, normalmente eu dou uma volta na minha cidade ou em Dublin e escrevo slogans, expressões, coisas de linguagem visual... No segundo dia , eu faço o projeto e envio.

Em muito pouco tempo na eYeka, você já venceu 9 prêmios! Seu primeiro projeto aceito data de 8 de novembro de 2016! A descrição do seu perfil na eYeka “Cara Aleatório” não combina muito com esse histórico. O que você acha que faz uma proposta vencer?

Até agora, as que mais têm sucesso parecem ser aquelas que mais me deixam feliz, apesar de poderem dar uma impressão de ser muito “viajantes” para a marca. Ao mesmo tempo, você vê ideias que são incríveis, mas têm sucesso, enquanto outras, que não são tão incríveis, dão certo. Na verdade, nunca dá para saber. Só que, além dos resultados dos concursos, eu sinto que tudo que cai bem no seu portfólio já é uma vitória.

Você tem projetos ou trabalhos que te dão um orgulho especial?

Oral-B Japão. O visual que chegou em 1º lugar me veio à mente uma noite em que eu estava caindo de sono. Ainda tenho o rascunho no papel de quando eu acendi a luz, o que faz com que seja ainda mais louco que isso vá parar em Tóquio.

Canada Dry foi legal porque deu o raro prazer de considerar como um painel de 7 x 10 cm no lado de uma lata poderia ser relaxante. E parece que vai para a linha de produção em breve, o que me deixa espantado... Ou cheio de gás, com o perdão da piadinha!

O que você conseguiu fazer ou realizar com os prêmios que ganhou?

Significa que eu posso viver realmente bem em muitos lugares novos e legais... Eu tomei a minha dose de sol por enquanto, então acho que o próximo lugar a que eu vou vai ser alguma rocha inóspita perdida no Atlântico.

Como você descreveria a eYeka em uma frase curta?

Uma alternativa possível para trabalhar.

Você gostaria de dizer algo para concluir? Que conselho você daria a novos criadores?

Eu mantenho um Google doc para cada projeto. Com isso, todas as minhas ideias ficam sincronizadas no meu notebook, meu smartphone e outros aparelhos sem os quais não sei viver.

Obrigado, Conor. Gostamos da ideia de um Google doc, você podia criar um para os seus projetos vencedores. Obrigado por essa entrevista inspiradora! Desejamos que você viva muitas aventuras incríveis e colecione belas histórias! E mal podemos esperar para ver o seu próximo projeto na eYeka! Boa sorte!