Oi, pessoal!

O verão está chegando ao fim em muitas partes do mundo. E vocês, estão prontos para entrar na nova estação? Nós acreditamos que, às vezes, quando a estação ou o tempo mudam, novas ideias criativas podem aparecer! Vocês concordam?

Mas, enquanto esperamos a mudança da estação, vamos conhecer um pouco o nosso criador do mês de setembro: Michele Arpino, um italiano de 39 anos que vive e trabalha na Suíça há 14 anos.

Oi, Michele!

Você pode começar falando um pouco sobre você. O que te trouxe para o mundo da criação?

Sempre me senti atraído por arte. Comecei escrevendo (poemas, romances), depois me dediquei à pintura (pinturas, customização de objetos) e, finalmente, encontrei a minha vocação no design gráfico para grandes marcas. O design gráfico, para mim, é uma paixão, não é o meu trabalho.  Eu trabalho na área da segurança. Amo minha vida, minha filha, a paz e o respeito. Gosto de comer bem, de juntar as pessoas para me divertir, de curtir a neve e a areia da praia. Odeio racismo, terrorismo, estupidez, perda de tempo e os momentos em que nos esquecemos de viver.

Não tenho muitos amigos e devo admitir que a eYeka também me permite manter a cabeça aberta para o mundo, em contato com outras pessoas neste planeta que, como eu, querem compartilhar suas ideias criativas. Isso é maravilhoso!

Como você conheceu a eYeka?

Descobri a eYeka na internet, através do Google, buscando plataformas de criação e financiamento coletivos. Imediatamente, fiquei interessado pela variedade de concursos oferecidos e pela variedade de desafios. Achei a experiência gratificante e, graças à eYeka, aperfeiçoei meu conhecimento em design gráfico (sou um completo autodidata, ainda tenho muito que melhorar!) e estimulei a minha habilidade criativa.

Até hoje, você já enviou 349 propostas, teve 323 propostas aceitas e ganhou 8 prêmios... Isto é fantástico! Você poderia nos dizer o que te estimula a participar?

Para mim, cada concurso é uma oportunidade de refletir sobre o mundo ao meu redor, de imaginar novas maneiras de consumir, novas histórias, de me projetar na humanidade que está à minha volta. Eu tenho bulimia criativa... e com orgulho!

Qual foi o concurso que você venceu e que mais te dá orgulho, e por quê?

O primeiro (porque foi o primeiro!)... E também o mais recente (porque foi o mais recente!)... Mas, também, outros concursos que eu ganhei, entre o primeiro e o último...

Você poderia nos dizer quais são as inspirações que te ajudam quando você elabora ideias interessantes e criativas?

Meu trabalho na área da segurança me permite pensar muito e me dá a habilidade de criar. Trabalho principalmente à noite e essa parte do dia é conhecida por ser inspiradora. De resto, sou guiado pelo momento. Eu improviso... e depois executo minhas ideias. As únicas grandes limitações que eu tenho são tudo que me falta aprender em design gráfico e o meu inglês ruim.

Você poderia descrever a eYeka em uma frase curta?

Para criadores, é o paraíso... na terra!

Gostaria de dizer algo mais para concluir? Que conselhos você daria aos novos criadores?

Muito obrigado, eYeka, por você existir. Muito obrigado aos clientes que confiaram em mim. Muito obrigado a alguns criadores da eYeka (não vou dar nomes, para não ser injusto) que, com seus conhecimentos, me deram recursos inestimáveis para avançar. Para os novos criadores, não tenho muito a dizer. Só posso citar uma frase do escritor Albert Camus: “Criar é dar forma ao destino.”

Muito obrigada à Michele por esta entrevista! Esperamos que vocês gostem de ler e que o Criador do Mês seja uma fonte de inspiração para vocês! Tenham um bom dia!